Testemunho Sueli e Rodrigo

Após 3 anos de casados, começamos a tentar engravidar. Tínhamos em mente que seria fácil, muito fácil. E foram passando alguns meses. Após 6 meses de tentativas sem sucesso, meu médico me pediu alguns exames, todos OK. Pediu para o meu marido também, sem alterações. Continuamos nas tentativas e após 1 ano, meu médico me pediu mais exames, mais detalhados e específicos. Quando levei os resultados para ele ver, a reação dele não foi nada boa. Nunca vou me esquecer, antes dele dar o diagnostico me falou: “Acho bom você e seu marido começarem a pensar em outras formas para ter um filho, como uma inseminação artificial, por exemplo.” Fiquei sem chão e não entendi muito bem, aí ele me explicou que tenho uma má formação no útero, chamada útero unicorno e tenho apenas uma trompa. Ele me indicou outro médico, especialista no assunto.


Bom, passei por 4 médicos, muitos exames, inclusive exames com anestesia geral e o diagnóstico era sempre o mesmo. Útero unicorno e uma trompa. Até poderia engravidar naturalmente, mas seria bem difícil.
Fui falar com o Padre da paróquia onde participamos e ele me explicou o motivo pelo qual a igreja não é a favor desses métodos artificiais de concepção.


Em Março/2013 tomamos conhecimento do Método de Billings e comecei a usa-lo. No dia 26/08/2013, fui na CENPLAFAM, como fazia todos os meses, levei minhas anotações. Quando minha instrutora olhou o gráfico, disse: “Você está gravida”. Eu perguntei como ela sabia disso, e ela me explicou que a menstruação que eu marquei não era menstruação, pois estava muito perto do meu período fértil, na verdade aquele sangramento era um sangramento de nidação, quando o embrião está se fixando na parede do útero.
Como eu já havia criado muitas expectativas durante esses 3 anos, não quis acreditar no que ela me dizia. Fui embora e nem para o meu marido contei isso. E vida normal.


Naquela mesma semana, comecei a sentir dores nos peitos e pensei: “Ainda bem que não me empolguei, vou menstruar.” E fiquei alguns dias com as dores intensas nos peitos e nada de menstruação, no dia 09/09/2013 resolvi fazer um teste de farmácia, positivo. Exame de sangue positivo. No dia 13/09/2013 levei o resultado do Beta HCG para o meu médico e ele não acreditou, perguntou se eu tinha feito algum tratamento.


Bom, tive uma gravidez exatamente como eu e meu marido pedimos a Deus em nossas orações diárias: tranquila e abençoada. Não tive enjoos, desejos, pressão alta, diabetes gestacional, não tive nada, foi uma gravidez de fato tranquila e abençoada.
Pelo fato do meu útero ser menor, o bebê não teve espaço para se virar e ficou a gravidez toda sentado. No dia 31/03/2014 fui na consulta de pré natal e meu médico me afastou por 15 dias, para eu manter repouso. No dia 01/04/2014 fui levar o atestado no serviço e deixar algumas coisas em ordem, no dia 02/04 fiquei em casa, somente assistindo filme e bordando toalhinhas para o meu príncipe e no dia 03/04/2014 às 4:15h minha bolsa estourou e fomos para a maternidade, às 10:02h ele nasceu, por Cesária, pois estava sentado, eu não tive contração, nem dilação.


Hoje o Pedro está com 1 ano e 5 meses, lindo, saudável, risonho, alegre, arteiro, uma benção em nossas vidas !
Agradeco a Deus pela vida dele e pelo Método de Ovulação Billings, que foi através dele que consegui engravidar.


Para Deus nada é impossível. Tudo acontece no tempo dele e não no nosso.

 

Sueli, Rodrigo e Pedro

Sede Nacional

Av. Bernardino de Campos, 110 cj.12
São Paulo, SP 04004-040
Tel: 11-3889-8800
Email: cenplafamwoombbrasil@gmail.com

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon